quinta-feira, 21 de maio de 2009

Não tomar seu Santo Nome em vão

2º mandamento da Lei de Deus
O NOME de Deus é santo, não tenho dúvida. Portanto, deve ser pronunciado com amor e respeito. Não se pode usar o nome de Deus para oprimir, para reprimir, para assustar as pessoas... Para quem crer, é proibido usar o nome de Deus para legitimar o sistema político em beneficio próprio. Mas, diante do que temos visto e ouvido, só temos a lamentar!
EM TESE, os políticos são eleitos para promover a justiça e a paz e atender aos anseios de nossa gente tão sofrida. Infelizmente agem o contrario, é uma coisa triste de ver. Homens e mulheres até então dignos, agora encontram-se atolados em tão vergonhosa corrupção, (viagens aéreas para seus familiares pagas com o dinheiro público), roubando o povo, promovendo, dessa forma, mais miséria e fome.
POR MAIS estranho que possa parecer, tudo isso nos leva a pensar na religião que, na outra ponta, também tem como missão promover a paz e a fraternidade entre os homens. Não estou falando aqui do cristianismo, mas da religião como prática de elevação da moral e dos valores da humanidade. Mas, assim como na política, mais uma vez nos decepcionamos. O que temos visto na mídia é a religião sendo usada como fonte de poder entre os povos, como fonte de violência contra a minoria, que o diga os ex-governadores do Rio de Janeiro, Garotinho e Rosinha, que andam pregando a Bíblia para manipular o povo. Prefeitos fazem festas religiosas pedindo voto. O presidente do senado Renan Calheiros andava jurando a Deus que não fez nada de errado, e por aí vai...
ESTA é a realidade em que vivemos. Realidade que nos ensina que devemos sim discutir política tanto quanto religião. Por que não? Cada um no seu lugar. Por que fingirmos que nada está acontecendo? Por que fingirmos que nada está nos afetando? Amanhã, novos escândalos surgirão nas esferas públicas. Amanhã (queria Deus que não), estarão prometendo o paraíso às pessoas necessitadas, pessoas essas, que querem apenas respeito e dignidade. Olha queridos leitores, dói no coração, ver político usando o nome de Deus para se promover, para cobrir as suas falcatruas.
NO TEMPO de Jesus o povo dizia que o demônio alienava as pessoas. E hoje, o que aliena o nosso povo? Dizia também que o pecado paralisava as pessoas. E hoje o que nos paralisa? A mudez também impedia o homem de falar e se comunicar. E hoje quem é que tapa a boca do povo, impedindo-o de falar o que sente o que deseja?
FAÇAMOS a nossa reflexão, e vejamos se não estamos pecando contra o segundo mandamento.
Sandro Oliveira

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário